terça-feira, 22 de maio de 2012

Um dia eu ouvirei alguém dizendo isso pra mim.

Ela é toda errada.
Toda ciumenta.
Toda atrapalhada.
Tem lá seus mil dramas.
Mas é com ela que me sinto bem.
É do cafuné dela que eu gosto.
É no sorriso torto dela que eu me apaixono.
É ela.

Nenhum comentário:

Postar um comentário